25 de setembro de 2014

Projeto considera legítima defesa agressão a invasor de domicílio



CÂMARA DOS DEPUTADOS
GABINETE DO DEPUTADO JAIR BOLSONARO
PROJETO DE LEI Nº 7104, DE 2014.
(Do Sr. Jair Bolsonaro)
Acresce inciso ao art. 23, do Decreto-Lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940, que institui o Código Penal, para não caracterizar como crime atos de defesa no interior de domicílio.
O Congresso Nacional decreta:
Art. 1º O art. 23, do Decreto-Lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940, que institui o Código Penal, passa a vigorar acrescido do seguinte inciso IV:
Art. 23.....................................................................................
(...)
IV no interior do domicílio, urbano ou rural, onde habita contra pessoa nele não autorizada a entrar” (NR)
Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
JUSTIFICAÇÃO
A alteração proposta ao Código Penal brasileiro tem por objetivo resguardar o ambiente domiciliar do cidadão de bem que comumente se vê surpreendido pelo ingresso de assaltantes que, além de prejuízos materiais, por vezes, atentam contra sua integridade física e de seus familiares.

O artigo 23 do Código Penal já deixa de caracterizar como crime os atos praticados em estado de necessidade, legítima defesa, estrito cumprimento de dever legal ou no exercício regular de direito.

No entanto o conceito de legítima defesa se confronta com o chamado “excesso”, ocasionando, em várias oportunidades, transtornos àqueles que legitimamente usaram recursos para sua proteção, dentro de um ambiente domiciliar.
Com a implementação dessa alteração legislativa, entendemos que iremos proporcionar mecanismo inibitório da criminalidade, deixando claro que quem adentrar em ambiente domiciliar, urbano ou rural, sem consentimento poderá ser morto por quem legitimamente o habita.

Sala das Sessões, em de fevereiro de 2014.
JAIR BOLSONARO
Deputado Federal – PP/RJ



22 de setembro de 2014

Justiça manda soltar policial militar que matou camelô em blitz na Lapa


Policial preso após atirar e matar ambulante durante operação na região da Lapa

A Justiça mandou soltar o policial militar preso na última quinta-feira (18) acusado de matar um camelô durante uma blitz na Lapa, zona oeste paulistana. Imagens gravadas por testemunhas mostram o momento em que o soldado Henrique Dias Bueno de Araújo dispara sua pistola.40 com a mão direita, depois que o ambulante Carlos Augusto Muniz Braga tenta arrancar um spray de pimenta que estava na mão esquerda do PM. O tiro atingiu a cabeça de Braga, que conseguiu correr alguns metros antes de cair. O ambulante foi levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos -segundo a polícia, ele chegou sem vida ao hospital. O PM foi preso em flagrante por homicídio e levado ao presídio militar Romão Gomes no mesmo dia. Porém, na noite de sexta (19), a Justiça emitiu um alvará de soltura em favor de Araújo. Em depoimento à polícia, ele disse que o disparo foi acidental. 

Link:TNONLINE

19 de setembro de 2014

Reunião (17/09/14) com Secretário de Segurança Eli Nepomuceno e Secretário Adjunto Sales


Segue informações sobre a reunião entre diretores da AGCMMC (presentes GM Érica e GM De Mello) e a administração (presentes Secretário de Segurança Eli Nepomuceno e Secretário Adjunto Salles). A ata abaixo foi protocolada no dia 10/09/2014 juntamente com mais um pedido de divulgação dos atos da AGCMMC junto aos postos de serviço.O texto em preto está exatamente como protocolado, e em vermelho as respostas dos secretários. Entendam que é apenas um resumo rápido, do que foi conversado, tudo foi muito argumentado e conversado, a reunião teve duração de aproximadamente 1h e 40min... Estaremos dentro de alguns dias realizando reunião geral ( para associados e não associados) para dar maiores esclarecimentos e a opinião sobre estes e outros assuntos.

Érica C. Branco - Presidente AGCMMC

  Associação dos Guardas Civis Municipais de Mogi das Cruzes
CNPJ: 15.453.599/0001-96  E-mail: gmmogidascruzes@hotmail.com
Site: gcmmogi.com   Contato: 94703-9362 
Mogi das Cruzes, 10 de Setembro de 2014

Ata de reunião com Secretário de Segurança Municipal Sr. Eli Nepomuceno

Pelo presente instrumento, vimos buscar informações sobre retornos de conversas anteriores e apresentar novas pautas para diálogo visando o objetivo comum de benefício, crescimento e valorização da corporação Guarda Civil Municipal de Mogi das Cruzes.

1º Armamento: No final do mês de junho após conversa entre diretores da AGCMMC e o Prefeito Municipal, o Sr. Secretário declarou para um grupo de GMs presentes na porta do Gabinete do Prefeito que o Prefeito determinou celeridade no processo de armamento, e que seria dado brevidade na aprovação junto a câmara municipal, que no máximo 15 dias o projeto iria separadamente da reforma do estatuto para aprovação, o que aconteceu?
Atualmente esta no setor de finanças, que é o último dentro da administração. O estatuto esta em fase final de alteração em seus artigos que prevê a GM armada. Processo 29440 de 11/07/2014.
2º Hoje a realidade de serviço do GM exige uma brevidade no processo de armamento, sabendo-se que a parte burocrática é mais demorada, porém é possível adiantar o processo já com a realização do teste psicológico e curso de tiro: Primeiro: qual a previsão para iniciar esta fase do armamento? Segundo: A Guarda Civil Metropolitana dispõe de um centro de capacitação com profissionais autorizados pela polícia federal para dar o curso de tiro, e se colocaram à disposição para uma parceria, oferecendo o curso gratuitamente para toda a corporação da GM Mogi das Cruzes, sendo necessário apenas arcar com as despesas de munição; Qual a visão da administração quanto esta parceria que irá gerar uma grande economia dos recursos públicos e celeridade no processo de armamento?
Precisa de autorização legal. A GM Guarulhos também disponibilizou o centro de treinamento. Assim que estiver legalmente autorizado o armamento da GM será feito os contatos.

3º Revezamento na atuação como fiscal de serviço, dos GMs aprovados em concurso interno para 2ª classe que ainda não tiveram a oportunidade de exercer a função, pois os mesmos temem ser prejudicados numa seleção interna posterior por não ter exercido a função: Conforme conversado anteriormente, sabemos que não houve critérios para a seleção dos 14 dos 31 GMs aptos na seleção para 2ª classe, sendo que a precedência ou qualquer outro meio justificável de critério no concurso foi ignorado e somente a indicação da administração prevaleceu na seleção, como um meio de minimizar os prejuízos daqueles não escolhidos, na mesma conversa citada no item 1º o Sr. Secretário concordou com a necessidade de exercer o espírito de liderança dentre os aprovados para não serem prejudicados em concurso posterior, e concordou com a solicitação dos GMs de revezar o posto de fiscal de serviço. Para quando está previsto este revezamento e quais serão os critérios?

A administração tem a  autonomia para escolher. Nenhum GM será prejudicado seja na avaliação pessoal, ou no plano de carreira. Diferentemente do que prevê o estatuto para 2ª classe que pode exercer função de 3ªclasse, o GM de 1ª classe exerce unicamente atribuição específica de 1ª classe. Porém o rodízio será avaliado. 

4º Ainda na conversa mencionada no ítem1º o Secretário concordou com a necessidade imediata de “fechar” a canaleta do rádio da frequência da GM pois vem sendo utilizada por curiosos de outras secretarias, e a necessidade de ao menos uma VTR com compartimento de preso; quando será feito?

O rádio esta em andamento e em breve a canaleta com a  frequência da GM será fechada. A vtr com compartimento de preso também esta em andamento.            

5º Há mais de um ano estamos conversando sobre a necessidade de trabalhar ao menos 2 GMs por posto de serviço, visando condições mínimas de segurança no exercício de sua função: Emergencialmente nos parques, terminais de ônibus, CREAS POP, pátio de apreensão de veículos. Após o incidente com GM alvejado na Praça da Juventude no mês de junho/2014 o Sr. Prefeito recomendou ao Sr. Secretário que acatasse a solicitação da AGCMMC e colocasse GMs de hora extra para suprir o déficit do efetivo e a necessidade de serviço visando a segurança do próprio e do GM, sabemos que por conta do curso recentemente concluído não foi possível adequação imediata; porém agora com todo o efetivo a disposição e os recentes casos de GMs que sofreram convulsão e queda grave em posto de serviço quando trabalhavam sozinhos e em um dos casos o GM teve que esperar rendição do próximo turno pois não conseguia se levantar para pedir apoio demonstra cada vez mais a impossibilidade do GM trabalhar sozinho, pois é explícito que deparamos com outros riscos além dos riscos externos. Podemos contar com a brevidade?

O déficit do efetivo foi mais uma vez comentado, e estão esperando alguns postos de serviço que estão com extra acabar a extra para deslocar os GMs em apoio em alguns postos de serviço
6º Dentre os formandos do curso “Crack é possível vencer” serão designados GMs como multiplicadores, e dada a oportunidade de capacitação para os demais GMs? Há ainda uma reserva de 10 “taser”, serão utilizadas para capacitar os demais GMs?

Estão aguardando a autorização do Governo Federal para utilização dos equipamentos, quando for autorizado os demais GMs serão capacitados.
7º Seleção interna para 2015: Será aberto curso de preparação para candidatos a ascensão para  2ª e 1ª classe?

Em 2015 será aberto curso de preparação e concurso para GM de 2ª e 1ª classe. E não só para 1ª classe conforme informações que a AGCMMC teve .

8º Avaliação pessoal: A avaliação pessoal deve ser feita de forma mais fundamentada, conforme diálogo que consta no item 1º os GMs deixaram clara a insatisfação com a atual forma de avaliação. Os pontos devem ser descontados somente quando na forma de documento comprovar algo que desabone a conduta do GM, estando o GM com a nota máxima quando não for comprovada qualquer irregularidade, e não descontado a pontuação de forma subjetiva como vem acontecendo. Alguns GMs sentem-se prejudicados com avalições baixas sem qualquer justificativa, tendo a sensação de favoritismos, e as mesmas o prejudicam no plano de carreira.
Esta sendo feito de acordo com a lei. Porém será dada maior clareza de como o GM pode melhorar sua conduta e avaliação pessoal. Aquele que não estiver satisfeito com a avaliação pode entrar com recurso na administração.  Decreto 101983 de 03/11/2010

9º GI (Gabinete de Instrução) : A corporação está em pleno processo de desenvolvimento, há a necessidade imediata da criação de um setor de pesquisas e estatísticas internas e externas, que busque formar nossos próprios Guardas Municipais multiplicadores de técnicas de  aperfeiçoamento, evitando despesas com terceirização de serviço e investindo na capacitação, treinamento, qualificação e valorização constante de TODO o efetivo. Que acompanhe as reuniões de elaboração dos eventos padronizando e adequando as condições para o serviço dos GMs, que acompanhe e oriente na compra de material mais adequada ao serviço do GM, principalmente no tocante a VTR e equipamentos. Que realize projetos visando verba para melhorias da corporação, pois só sendo GM para ter condições de dar propriedade em um projeto, pois os de fora não identificam as peculiaridades e o potencial do GM, generalizando ao padrão das demais secretarias, sendo insuficiente para as peculiaridades do serviço GM. Entre outras...

É de responsabilidade da Administração que já desenvolve este trabalho. Porém 2 GMs da ADM já fazem este serviço.
10º Criação de um centro de capacitação: Um espaço para ser utilizado pelos GMs para formação profissional, com computadores para aulas junto ao SENASP, e espaço para palestras, cursos, treinamentos diversos como defesa pessoal e treino de tiro
Foi anotada a solicitação da AGCMMC, e será estudada a possibilidade de firmar um convênio com a Escola de Governo que foi inaugurada no CEMFORP
11º Corregedoria: Qual será composição de formação?

Será 1 corregedor e 3 componentes da comissão, todos concursados.

 12º Aposentadoria especial prevista no estatuto.

 Não há previsão de entrar no estatuto. Porém ficou acertado que a AGCMMC irá fundamentar o pedido para iniciar o processo pelas vias administrativas. 

13º Fornecer uma cópia antes de ir para câmara da pré-reforma do estatuto para os GMs nos postos de serviço e aos diretores da AGCMMC para se necessário realizar sugestões e alterações.

Será disponibilizado assim que os trabalhos forem concluídos.


Além dos assuntos pautados também foi conversado sobre:

- A AGCMMC  protocolou junto a Administração Pública o pedido de 100% nos feriados trabalhados conforme abrange a lei. ( P. 35329/2013 cai 582848) Em que fase esta?
Já passou em todos os setores da prefeitura, com retornos positivos, e atualmente está nas mãos do prefeito municipal.

- Tivemos a informação que somente os GMs 2ª classe seriam capacitados para operar talões de multa?
Todos os GMs serão capacitados, inclusive já está em fase de contratação de empresa para dar o treinamento.

- Quantos GMs serão contratados pelo concurso 2014?
30 Gms
_________________________________________________________________________________
( mais um ofício protocolado  pedindo autorização para divulgar nos postos de serviço )

 
Associação dos Guardas Civis Municipais de Mogi das Cruzes
CNPJ: 15.453.599/0001-96  E-mail: gmmogidascruzes@hotmail.com
Site: gcmmogi.com   Contato: 94703-9362
 
Mogi das Cruzes, 10 de Setembro de 2014.
 Ofício nº 32/2014 
Ao 
Secretário Municipal de Segurança de Mogi das Cruzes, Sr. Eli Nepomuceno  
Ref. Pedido de Autorização para divulgar informativos, convocações, folders, confraternizações dentre outros documentos de interesse comum do efetivo da Guarda Municipal nos postos de serviço.
 
À ASSOCIAÇÃO DOS GUARDAS CIVIS MUNICIPAIS DE MOGI DAS CRUZES, CNPJ: 15.453.599/0001-96 vem pelo presente instrumento, solicitar vossas ordens no sentido de que seja, a partir desta data, autorizado a divulgação das ações da AGCMMC para todo o efetivo da  Guarda Municipal de Mogi das Cruzes em seus postos de serviço, uma vez que os Guardas nos cobram mais transparência e divulgação,  e embora tenhamos diversas vezes tentado divulgar nos postos de serviços, tivemos frustradas nossas intenções pois e a mesma até o momento é impedida pela administração.
Certos do deferimento da autorização que visa interesse coletivo comum entre as partes (AGCMMC, Guardas Municipais, Administração);
Oportunamente renovo meus votos de estima e consideração.    
 
_________________________
Érica Caceres Branco
Presidente
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Sendo o que temos para o  momento,  pedimos a atenção constante nas informações no blog, pois brevemente divulgaremos data e local para reunião geral, onde contaremos com a presença de todos os GMs.


17 de setembro de 2014

Câmara de Mogi quer adotar serviço de segurança armada

A principal preocupação é com os caixas eletrônicos que estão instalados no interior do prédio


O presidente da Câmara de Mogi, Protássio Ribeiro Nogueira (PSD), informou que um estudo está sendo realizado para que o serviço de segurança armada seja implantado no prédio público. De acordo com Nogueira, a principal preocupação é com relação aos caixas eletrônicos que funcionam no local. Ele afirmou que a definição para a implantação do projeto depende da análise financeira e deve ser concluída dentro de um mês. O reforço na segurança da Câmara havia sido solicitado pelos vereadores na semana passada depois que um tumulto ocorreu no fim de uma sessão.

Nogueira esclareceu que a implantação do serviço de segurança depende da disponibilidade de recursos financeiros. Atualmente, a segurança do prédio no período noturno é realizada pela equipe concursada do próprio Legislativo. O presidente acredita que com a adoção de um serviço terceirizado, os gastos com adicional noturno e hora-extra desses funcionários devem acabar. "Normalmente os eventos realizados na Câmara não passam de 22h30. Por isso, a ideia é fechar às 23 horas e abrir às 7 horas. Esse espaço de tempo ficaria a cargo de uma empresa de monitoramento", disse.

Segundo o presidente, outras Câmaras Municipais e outros prédios públicos já adotaram a medida. "Estou fazendo um estudo e o caminho aponta para a contratação do serviço. Essa não será a primeira Câmara e ainda se vê o exemplo do Fórum ao lado. Eles têm coisas mais relevantes, como processos, por exemplo, e partiram para a segurança armada. Tenho uma preocupação muito grande, pois existem caixas eletrônicos na Câmara. Não podemos facilitar", acrescentou.

De acordo com Nogueira, os funcionários que trabalham atualmente na equipe de segurança da Câmara não serão prejudicados com a iniciativa, já que eles serão remanejados para outros horários. O presidente contou que uma cotação de preços está sendo realizada. Se o projeto for financeiramente viável, será aberto um edital para que a empresa responsável pelo serviço seja escolhida.
Fonte:MOGI NEWS

Arma para a Guarda é escolhida



A pistola 380 é o modelo de arma pretendido pela Secretaria Municipal de Segurança para que a Guarda Municipal utilize caso a revisão do Estatuto da corporação seja aprovada na Câmara de Mogi das Cruzes. A Pasta já prepara um local para guardar os equipamentos e estima que deverá gastar R$ 100 mil por mês na locação e monitoramento do lugar.
As informações são do secretário municipal de Segurança, coronel Eli Nepomuceno. “É uma preocupação que nós temos, assim como as empresas de segurança também têm. Teremos um espaço, que é melhor não detalhar onde é, mas já sabemos o quanto vai custar para que as armas sejam armazenadas lá: R$ 100 mil por mês”, explicou.
Segundo ele, o modelo que deve ser adquirido é o da pistola 380, que no mercado de armamentos custa, em média, R$ 3,2 mil. “Além disso, os agentes passarão por exame psicológico com um psicólogo credenciado pela Polícia Federal. Há apenas um na Região e ele trabalha em Suzano. Será lá que eles passarão pelos testes. Aqueles que forem certificados como aptos a receber as armas, vão contar com as pistolas”, destacou. Isso significa que nem todos os 190 guardas municipais devem trabalhar armados. 
Como a compra das armas deve ser feita em larga escala, a tendência é de que o valor seja menor. Na edição do dia 7, O Diário noticiou com exclusividade que o Estatuto revisado está na análise final por parte da Secretaria de Finanças e deve ser enviado à Câmara Municipal até o final do ano. A estimativa é de que a Guarda armada custe, pelo menos, R$ 1,5 milhão.

10 de setembro de 2014

CLASSIFICAÇÃO FINAL DO CONCURSO PARA GUARDA MUNICIPAL DE MOGI AS CRUZES

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MOGI DAS CRUZES

CONCURSO PÚBLICO PARA A SECRETARIA DE SEGURANÇA

EDITAL DE ABERTURA Nº 14/2014




A Prefeitura do município de Mogi Das Cruzes nos termos da legislação vigente e do Edital de Abertura do Concurso Público nº 14/2014, torna público a classificação preliminar dos Guardas Municipais 3ª Classe feminino e masculino, considerados aptos na avaliação psicológica.

Os candidatos poderão interpor recursos, no site www.caipimes.com.br, nos dias 11 e 12 de setembro de 2014, conforme o disposto no edital supracitado, em seu Capítulo VIII Dos Recursos e seus subitens.


Mogi das Cruzes, 9 de setembro de 2014.


André Luiz Paiva
Presidente da Comissão


32 - Guarda Municipal Feminino

INSCRIÇÃO
NOME
DOCUMENTO
OBJETIVA
TAF
NOTA FINAL
CLASSIFICAÇÃO
031916
EZIENE INACIA DA COSTA
414658061
66,00
85,00
75,50
056638
CINTHIA JULIANE TEIXEIRA
418235077
56,00
92,50
74,25
022931
ELIZABETH AMARAL
405221563
52,00
92,50
72,25
040369
DANIELE SOARES DOS SANTOS
30368690X
54,00
80,00
67,00
058018
TAMIRES SILVA PEDROSO
473550799
60,00
72,50
66,25
050481
MAYARA LEMES DE SOUSA
487468806
52,00
72,50
62,25
051260
TATIANA APARECIDA TRAVAGLI
404274924
54,00
70,00
62,00
027495
MILENE HISATOMI LOPES
327367234
62,00
60,00
61,00
037817
VALQUIRIA APARECIDA MACHADO
409612054
52,00
52,50
52,25
048702
DANIELA APARECIDA RODRIGUES
451945955
50,00
52,50
51,25
10º


33 - Guarda Municipal Masculino

INSCRIÇÃO
NOME
DOCUMENTO
OBJETIVA
TAF
NOTA FINAL
CLASSIFICAÇÃO
014310
JANIO HONORATO DOS SANTOS
351332145
62,00
100,00
81,00
030465
RICARDO ALMEIDA CRISSIUMA DE FIGUEIREDO
28905720
70,00
90,00
80,00
022794
BRUNO RODRIGUES DA LUZ
353559994
62,00
87,50
74,75
052325
ROBERSON IZALCIO DE ALMEIDA
299476315
50,00
92,50
71,25
011649
CLAYTON CAMARGO CAMPAGNHOLI
414977257
60,00
82,50
71,25
057052
SERGIO SILVA SANTOS
341467595
62,00
80,00
71,00
042326
CARLOS EDUARDO OLIVEIRA DA SILVA
352313365
58,00
82,50
70,25
054903
HERMES MONTEIRO DE OLIVEIRA
321963064
64,00
75,00
69,50
023487
RAFAEL FRANCO GALVAO
476202619
64,00
75,00
69,50
018609
ULISSES OSVALDO DE SOUZA
351742979
58,00
80,00
69,00
10º
022268
NELSON CAETANO DE LIMA NETO
408464021
68,00
70,00
69,00
11º
027652
ESTEFERSON DE SOUZA OLIVEIRA NASCIMENTO
343191027
54,00
82,50
68,25
12º
038423
RAFAEL VELOSO TELES
307328740
74,00
60,00
67,00
13º
024646
ANTONIO CARLOS HOSHAKI SENGER
423761532
58,00
75,00
66,50
14º
044315
DIOGO DIAS PARENTE
351193042
52,00
80,00
66,00
15º

052543
AMAURI JESUS DE LIMA
328617222
64,00
67,50
65,75
16º
054877
MICHAEL JORGE SUMAR NABARRETE
309677579
70,00
60,00
65,00
17º
046941
ERIC APARECIDO DA SILVA
334478340
60,00
70,00
65,00
18º
048680
WILLIAN MIRANDA DA SILVA
429078547
72,00
57,50
64,75
19º
043596
DANILO PEREIRA DE SOUZA
433502356
52,00
77,50
64,75
20º
050184
CLAUDIO EDSON DE SOUZA FILHO
340675160
54,00
75,00
64,50
21º
047059
FILIPE MATEUS DO AMARAL ANDRADE
480020255
64,00
65,00
64,50
22º
033238
LUCAS FERREIRA DA SILVA
455512735
68,00
60,00
64,00
23º
054906
KLEBER AUGUSTO SILVA ANTONIO
32084657X
58,00
70,00
64,00
24º
031851
LUIZ RODRIGUES DE OLIVEIRA
357358661
58,00
70,00
64,00
25º
025285
CARLOS DE OLIVEIRA JUNIOR
454138441
60,00
67,50
63,75
26º
041429
FABRICIO RAFAEL ANTUNES GARCIA TORTELLI
478570405
50,00
75,00
62,50
27º
053314
FRANCISCO RONALDO DE SOUSA SANTOS
320718232
52,00
72,50
62,25
28º
029501
ANDERSON FERREIRA BITENCOURT
414023821
64,00
60,00
62,00
29º
025400
DELMANI ROCHA SOARES
414261562
52,00
70,00
61,00
30º
015463
ERINALDO PEREIRA DA COSTA JUNIOR
379973972
50,00
70,00
60,00
31º
027306
FELIPE AUGUSTO PINHEIRO DE SOUSA
329313149
50,00
70,00
60,00
32º
027436
ROMARIO JOSE FELIX FEITOSA
426609013
50,00
70,00
60,00
33º
055842
EDUARDO ALUISIO MESQUITA
41115800
54,00
62,50
58,25
34º
047724
ADRIANO BARBOSA SIMOES DE ANDRADE
429394688
52,00
62,50
57,25
35º
052126
WESLEY CORREA DOS SANTOS
349118309
52,00
62,50
57,25
36º
054655
ADRIANO BENTO RODRIGUES
412644587
56,00
57,50
56,75
37º
019130
ABRAAO SABINO DE MENEZES
320721152
54,00
57,50
55,75
38º
055425
KELLER COUTINHO JUNIOR
324870449
54,00
57,50
55,75
39º
012961
HUGO DANIEL SILVA COUTINHO
349116182
52,00
57,50
54,75
40º
036548
WALLACY VIRGINIO DA SILVA
325677955
54,00
50,00
52,00
41º